Ir para a Homepage 
 Ir para a Homepage 

Visite nossa Fan Page
Siga-nos no Twitter
Acompanhe-nos no Foursquare

 Homepage 
 + sobre o Zeffiro 
 Conheça nosso Cardápio 
 Veja nossos Eventos 
 Seja nosso Cliente Vip 
 Nossa Localização 
 Fale com o Zeffiro 

 Ir para a Homepage 


  EXPOSIÇÃO - [IM]PULSOS DA METRÓPOLE, por GEORGE ALONSO






VERNISSAGE: 4 DE JUNHO
EXPOSIÇÃO: DE 4 DE JUNHO A 2 DE JULHO

SOBRE O ARTISTA

GEORGE ALONSO

Nascido em São Paulo, o artista retoma uma prática de sua adolescência de viver a intensidade da pintura, resgatando o tempo em que passava horas e horas desenhando sem que percebesse, visitando lugares da imaginação, um alimento infinito à percepção, de um olhar de relance, de minutos eternos, de segundos que são horas de prazer sem ansiedade.
Formado em jornalismo pela Faculdade de Comunicação Social Cásper Líbero, estudou também filosofia na USP e sociologia na FESP/SP.
Trabalhou na Folha de S.Paulo, Jornal do Brasil, O Globo e Diário de S. Paulo, entre outros veículos de comunicação.

SOBRE A EXPOSIÇÃO

A vida de uma cidade como São Paulo - gigante e múltipla -- explode em óleo sobre telas multicoloridas, uma marca da personalidade do artista. "Onde existe vida, há cores" -- quentes nesse caso. Nada em tom pastel surge nas moradias dos bairros da metrópole, nas avenidas e nas praças. Nas favelas "imaginadas" há rios de sonhos, incêndios, inundações, cascata, voos de skate, noites de amor que não se encerram nas tonalidades cinza e laranja avermelhado, comuns dos tijolos da realidade brasileira. Pelo contrário, os sinais de vitalidade -- diante de tantas [in]certezas e meias verdades do cotidiano -- aparecem em impressionantes combinações de cores que revelam a pulsação urbana ["realizada virtualmente" em 16 telas] da periferia ao centro, com a pegada geométrica das arquiteturas - laje sobre laje, cubo sobre cubo.

"São Paulo é a cidade do imprevisto. Se você quer ir ao cinema das 8, pode acabar indo ao teatro das 9 ou virar um jantar das 10. A vida urbana caótica, cheia de filas, contribui para novas descobertas, que a cidade não pára de oferecer. Nisso, São Paulo é farta. Há quem tenha infarto por isso, mas acontece que morar em São Paulo, hoje mais do que nunca, exige bom humor, uma boa dose de complacência e, às vezes, resignação para aceitar os destinos que ela impõe. Gosto de São Paulo porque a mesma cidade que corta um desejo dá outro, e porque liquidifica tudo e todas as modas e modinhas", disse o artista plástico, há 15 anos, em declaração de amor à metrópole no aniversário de 450 anos de São Paulo.

Curiosamente essa exposição teve início no final do ano passado, com o noticiário sobre a ocupação da Rocinha, favela carioca que é uma cidade dentro de outra cidade, o Rio de Janeiro, cujos moradores vivem espremidos entre balas a esmo do tráfico, dos esquadrões e da polícia "pacificadora". A primeira tela feita, segundo o artista, foi a da "Rocinha sitiada". Depois veio o resto, várias comunidades e marcos da cidade, como a Praça da Sé e Nove de Julho. Paulistano da gema, ele busca então celebrar a vida possível na Pauliceia, mesmo em tempos de cólera.

CONTATO

Email: georgealonso.bra@gmail.com
Tel. (11) 99960-3825

Retorne à Homepage







  Sobre o Zeffiro



  Ambientes



  Localização



  Fale Conosco




  Nosso Cardápio




  Próximos Eventos



  Arquivo de Eventos




  Seja um Cliente Vip




Visite nossa Fan Page

Siga-nos no Twitter

Acompanhe-nos no Foursquare


Zeffiro Restaurante Rotisseria - Copyright 2011 - Todos os direitos reservados
Design by Sociedade Web